Home Notícias Aneel propõe aumento de até 57% nos valores das bandeiras tarifárias

Aneel propõe aumento de até 57% nos valores das bandeiras tarifárias

Reajustes nas bandeiras amarela e vermelha 1 implicariam em uma conta de luz residencial cerca de 5% e 10% mais caras se forem acionadas

Fonte: Infomoney, publicado em: 12 abr 2022 às 12h20

A diretoria da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) propôs na terça-feira, do dia 12 de abril, aumentar em até 57% os valores das bandeiras tarifárias. A taxa adicional é cobrada nas contas de luz quando chove menos e afetam os reservatórios das usinas hidrelétricas, tornando necessário o acionamento das termelétricas (cuja energia é mais cara);

Pela proposta, o valor da bandeira tarifária amarela aumentará 56%, de R$ 1,874 a cada 100 quilowatts hora (kWh) para R$ 2,927, e a bandeira vermelha 1 subirá 57%, de R$ 3,971 para R$ 6,237.

Os reajustes nas bandeiras amarela e vermelha 1 implicariam em uma conta de luz residencial cerca de 5% e 10% mais caras, respectivamente, quando forem acionadas.

Já a bandeira vermelha 2 terá uma leve redução, de 1,70%, de R$ 9,492 a cada 100 kWh para 9,330. Mesmo assim, o valor representa um aumento de 15% ante a tarifa residencial média vigente.

Os novos valores devem valer para 2022 e 2023, mas a proposta ainda pode sofrer alterações durante a consulta pública. As sugestões poderão ser enviadas entre 14 de abril e 4 de maio.

Segundo relator do processo na Aneel, Sandoval Feitosa, os aumentos propostos são motivados principalmente pela elevação do custo dos combustíveis e pela inflação medida pelo IPCA, além da inclusão na série histórica dos dados do ano passado, quando o país enfrentou a pior crise hídrica em quase um século.

Feitosa enumerou a correção monetária pela inflação, que fechou 2021 com alta de 10,06%, e o aumento de custo expressivo de geração de energia, por conta da alta do custo dos combustíveis (que praticamente dobrou no ano passado), e a contratação de térmicas como energia de reserva em um leilão em dezembro.

Esta notícia não é de autoria da Infinit Solar, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pela Infinit Solar. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.

Share:

Related Post